Prefácio


Eu quero voltar a ser essa pessoa que os outros veem em mim.

Com esse pensamento incessante, ela pulou da cama. No mesmo horário. Foi até o banheiro e escovou os dentes. Lavou o rosto enquanto pensava que sim, o dia seria bom.

Ninguém ensina essas coisas. Ninguém mostra como superar isso. Eu queria poder ver dentro dos outros.

Vestiu a roupa. Maquiou por fora. Maquiou por dentro. Ajeitou o cabelo e fixou o olhar naquela pessoa que nascia a sua frente.

Eu queria poder ver dentro dos outros.

Publicado por

Bianca Menti

Se você chegou até aqui procurando respostas, sinto muito, mas eu também não as tenho. (Tampouco acredito que alguém possa nos ajudar neste quesito). O engraçado é que quanto mais certeza eu tenho sobre esse fato, menos medo eu sinto. A vida é mesmo essa inquietude infinita que nos move sem termos muita segurança! Que assim seja, vamos desfrutá-la!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.