Confiança 


O medo é proporcional à vivência de cada um. Para aquele menino nada parecia mais assustador que andar de bicicleta sem rodinhas. Todos os seus amigos já haviam superado esse desafio, exceto ele.  Para um adulto poderia parecer um medo bobo, para aquele garoto era todo o seu mundo. 

Já havia tentado de tudo para conseguir se equilibrar na bicicleta, mas em algum momento ela sempre parecia derruba-lo. Os dias iam passando e sua angústia só aumentava, ele queria muito pedalar como os outros meninos, sem o auxílio daquelas rodinhas que agora pareciam simbolizar todo seu fracasso.

Numa dessas tardes que nada prometem, mas acabam marcando nossos corações, ele estava na rua de sua casa brincando sozinho. Na esquina apareceu seu pai, adivinhem só, com ela em suas mãos. A aflição do menino só aumentou quando percebeu que a bendita seguia sem rodinhas. Triunfante, a bicicleta parecia carregar um sorriso debochado. Já seu pai trazia uma expressão serenamente determinada ao caminhar em sua direção.

E com essa determinação, que mais parecia uma teimosia apaixonada, seu pai lhe entregou a bicicleta. Inseguro, o menino pegou nos braços daquela que vinha sendo seu maior pesadelo. 

Pai, eu não consigo. Eu vou cair de novo. 

Mas o pai não era de ceder. 

Consegue sim. Se cair, levanta e vai de novo. Paciência. 

O menino montou na bicicleta, rezou para todos os santos e começou a pedalar. O pai segurava o banco da bicicleta, enquanto corria ao seu lado. Logo, o garoto se inflou de confiança e passou a pedalar com mais coragem. A bicicleta e o menino passaram a ser um só, numa dança incessante. O menino espiou suas costas, ao fundo seu pai sorria com um orgulho discreto. 

Publicado por

Bianca Menti

Se você chegou até aqui procurando respostas, sinto muito, mas eu também não as tenho. (Tampouco acredito que alguém possa nos ajudar neste quesito). O engraçado é que quanto mais certeza eu tenho sobre esse fato, menos medo eu sinto. A vida é mesmo essa inquietude infinita que nos move sem termos muita segurança! Que assim seja, vamos desfrutá-la!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.