Coragem é estar vivo

De repente você se depara com o resultado do que a vida te fez e o que você fez dela. E de repente não há mais tempo. Nem espaço. Nem nada que justifique a espera que traduz seus medos. Só resta o caminho à frente, composto por um piso frágil e incerto.

Certeza só tem uma: a cada respiração tudo irá mudar e se reorganizar conforme as inconstâncias que compõem a vida. Repleta que só ela, intensa que só vivendo. E só vive quem tem coragem, quem é capaz de expor suas feridas ao sol e às intempéries do mundo.

E aí se abriga a escolha de dar mais um passo, de se recompor e lutar mais um dia. O combustível é composto do que se espera do dia de amanhã. A cada nascer do sol uma nova fagulha. A cada expansão dos pulmões uma esperança. Há que se viver mais um dia. Há que se ter coragem.

Publicado por

Bianca Menti

Se você chegou até aqui procurando respostas, sinto muito, mas eu também não as tenho. (Tampouco acredito que alguém possa nos ajudar neste quesito). O engraçado é que quanto mais certeza eu tenho sobre esse fato, menos medo eu sinto. A vida é mesmo essa inquietude infinita que nos move sem termos muita segurança! Que assim seja, vamos desfrutá-la!

2 comentários sobre “Coragem é estar vivo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.